Rótulos para cosméticos: quais informações são indispensáveis?

 em Rótulos

Ao desenvolver um rótulo para cosméticos, uma das principais preocupações do empresário é fazer uma criação que agregue valor ao produto, que se comunique com o público-alvo e que seja atrativa nas prateleiras, se destacando dos concorrentes.

Sem dúvida, são preocupações muito importantes e que devem ser consideradas. Mas não são as únicas. Por trás de um rótulo para cosméticos de sucesso, existe uma série de especificações técnicas que devem ser seguidas, sob possibilidade de penalização caso alguma delas seja descumprida.

Por isso, neste artigo, a Alfaprint Derpac vai apresentar todas as informações que são indispensáveis em rótulos para cosméticos e todos os detalhes que você precisa considerar para ter um rótulo de acordo com as resoluções específicas sobre o assunto.

De maneira geral, as informações impressas no rótulo de um produto cosmético devem permitir ao consumidor fazer uma escolha. Isso significa que precisa ter informações suficientes para decidir se aquele produto é ou não adequado às suas necessidades. Também deve constar como é feita a utilização correta e segura.

Quem é responsável pela regulação das embalagens de cosméticos?

No Brasil, quem regulamenta a rotulagem dos produtos cosméticos é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. Suas normas têm como principal dever proteger e promover a saúde dos consumidores, atuando como agência reguladora em diversos segmentos.

O que diz a Anvisa sobre os rótulos de produtos cosméticos?

Segundo as Resoluções RDC 07/2015 e a RDC 432/2020 da Anvisa, estas são as informações que a rotulagem para cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes deve conter:

Embalagem primária

Embalagem primária é aquela que se encontra em contato direto com os produtos.

– Nome do produto e grupo/tipo a que pertence, no caso de não estar implícito no nome
– Marca
– Lote e vencimento
– Modo de uso (se for o caso) na embalagem primária ou secundária
– Advertências e restrições de uso
– Rotulagem específica
– Ingredientes/composição em português

Embalagem secundária

É a embalagem destinada a conter a embalagem primária.

– Nome do produto e grupo/tipo a que pertence no caso de não estar implícito no nome
– Marca
– Número de registro do produto
– Prazo de validade
– Conteúdo
– País de origem
– Fabricante/importador/titular
– Domicílio do fabricante/importador/titular
– Modo de uso (se for o caso);
– Advertências e restrições de uso;
– Rotulagem específica;
– Ingredientes/composição em português

O modo de uso poderá figurar em folheto anexo. Quando a embalagem for pequena e não permitir a inclusão de advertências e restrições de uso, as mesmas poderão figurar no folheto. Deverá estar indicado na embalagem primária: “Ver folheto anexo”.

Quando não existir embalagem secundária, toda a informação requerida deve figurar na embalagem primária.

A Alfaprint Derpac tem experiência no desenvolvimento de rótulos para cosméticos e está pronta para se tornar parceira da sua empresa. Entre em contato hoje mesmo.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário