Qual o melhor material para impressão de etiquetas?

 em Etiquetas

Ao usar materiais e adesivos errados, você corre um grande risco de receber etiquetas incorretas, danificadas ou faltando. Se sua operação deve atender a certos padrões de conformidade e você pode sofrer multas pesadas por causa de etiquetas ilegíveis, a escolha do material errado pode causar erros de impressão e grandes problemas. Você também pode danificar seu equipamento de impressão usando a mídia errada.

A Alfaprint Derpac vai apresentar os diferentes tipos de materiais de etiqueta e adesivos disponíveis, e como você pode determinar qual é o certo para o seu negócio:

Materiais de etiqueta

Escolher o material de etiqueta certo faz toda a diferença quando se trata de imprimir suas etiquetas. Existem muitos tipos de materiais de face de papel e filme disponíveis, e cada opção é mais adequada para uma finalidade, método de impressão e aplicação específicos, portanto, escolher a opção certa é importante.

Transferência térmica: este estoque é criado para impressoras que usam uma fita térmica. A cabeça de impressão térmica aquece a parte de trás da fita, derretendo-a e transferindo as marcas para a etiqueta.

Térmico direto: difere da transferência térmica porque é a etiqueta, e não a fita, que é sensível ao calor. O cabeçote de impressão aquece a etiqueta, o que faz com que as cores mudem.

Semi-gloss: este material tem um brilho sem parecer totalmente brilhante. As etiquetas são impressas diretamente no papel semibrilhante.

Alto brilho: outro meio de papel no qual as etiquetas são impressas diretamente. – a diferença é que esse papel tem um brilho mais alto.

Laser: esta etiqueta de papel é auto explicativa, pois se destina a impressoras que usam lasers em vez de tinta para criar a imagem.

Jato de tinta: este papel foi desenvolvido para absorver a tinta das impressoras de etiquetas a jato de tinta e secar rapidamente para evitar manchas.

Vale lembrar que, em muitos casos, as etiquetas de papel não são as melhores opções, principalmente quando elas podem ter contato com água ou umidade. Nestes casos, é melhor escolher entre materiais com base em plástico. Vamos citar os principais.

Polipropileno (BOPP): este material é o mais comum e relativamente barato, usado para aplicações de rotulagem de curto prazo.

Poliéster: este material é reforçado para condições difíceis e feito para resistir a rasgos e arranhões.

Polietileno: este material é mais maleável e flexível e costuma ser usado para rotular superfícies curvas, como garrafas.

Poliamida: este material resistente ao calor é ideal para eletrônicos e superfícies que podem encontrar temperaturas extremas.

Vinil: este material elástico oferece mais flexibilidade e ainda é durável o suficiente para ser usado em aplicações externas.

Tipos comuns de adesivos para etiquetas

Permanente: exatamente como parece, este adesivo funciona muito bem para propósitos gerais onde uma aplicação de longo prazo é necessária; no entanto, pode não aderir bem a certos materiais e superfícies especiais.

Removível: essas etiquetas vêm em uma variedade de agressividade. Alguns podem ser removidos e recolocados continuamente, e alguns podem ser removidos apenas uma ou duas vezes. Depende da aplicação e do propósito.

Todas as temperaturas: para ambientes com temperaturas extremas, este adesivo é ideal. Os adesivos para rótulos para temperatura fria e congelador também se enquadram nessa categoria.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

etiquetas e rotulos personalizados em Manaus